domingo, 21 de setembro de 2008

'Molhando' A Lei Seca

A famigerada Lei Seca deixou a pena mais severa, é fato. Mas não melhorou o sistema de fiscalização. A 'saideira' não deixou de ser paga. Se antes ocorriam muitos acidentes, não era só por causa da bebedeira, mas porque o sistema de fiscalização nunca foi eficaz, já que falibilidade da pena sempre foi visível. Ter lei e não aplicá-la é mesmo que não tê-la.

E sobre a redundância do ridículo de nosso poder: a lei seca proíbe que se dirija bêbado, mas ainda permite a venda de bebidas alcoólicas em postos de gasolina. 'É dose', viu?. Outro ponto interessante é o de que, baixando a poeira, a ‘Lei Seca’ vai apenas reforçar um costume antigo dos motoristas esponjas: o de ‘molhar a mão’ do guarda. Hehe.

5 comentários:

pimentel disse...

não sei, não!
mas, pra mim, a maioria dos que criticam a lei seca tá a fim mesmo é de sair dirigindo por aí cheio do "álcool".

jotapê disse...

de fato. mas sou abstêmio. pra mim, interessa mais a situação em si. tem toda uma filosofia acerca de aprovação de leis.

Luciana Lobato disse...

Desde quando tu é abstêmio, JP?
AHUHUAUHAUAHUAH

Concordo com o comentário do Pimentel. Mas eu não tenho carro mesmo, será que eu posso criticar a Lei Seca?

De qualquer forma, o JP também não tem...

Marcos disse...

Como eu não dirijo, fiscalizo... fiscalizo os "fiscais', molhados como sempre! E fiscalizo bêbado só de sacanagem!

Bruna disse...

A lei seca e suas brechas constitucionais. Sinal de que sempre haverá uma forma de escpar, não se preocupem.

=D