segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Colaborações Infames. A dor de um jumento.

Considerando-se a crença chinesa de que certos animais ou seus órgãos têm propriedades medicinais quando ingeridos, não é difícil imaginar qual seria o efeito de um pênis de jumento no organismo humano. A chamada "cultura do pênis" chinesa chegou há alguns anos ao conhecimento ocidental. Em alguns lugares, como restaurantes temáticos, eles tentam falar abertamente sobre o assunto em busca de melhorar seu desempenho sexual. Entre uma prosa e outra, consomem os membros cozidos e fatiados (e supostamente afrodisíacos) de bois, ursos, veados, burros, cavalos, carneiros, búfalos, focas, cobras e cachorros. A novidade é um vídeo publicado no site Weird Asia News, que mostra um cidadão inglês sendo confrontado com seu jantar: um pênis de jumento. A garçonete explica como aquilo foi preparado e qual é a forma correta de comê-lo.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/PlanetaBizarro/0,,MUL766947-6091,00-CULINARIA+BIZARRA+PENIS+DE+JUMENTO+FAZ+SUCESSO+NA+CHINA.html

Foto: divulgação


E com tanta gente passando fome no Nordeste. E lá a proliferação de jumentos é impressionante, em cada esquina tem pelo menos uma família desses adoráveis eqüinos.
Quem sabe não seja uma solução para o Fome Zero, já que depois de velhinhos, os pobres jumentinhos são sacrificados?
Mas pensando bem, tinha que mudar o nome do programa do Governo, pra "Só no Zero".

E as manchetes nos jornais seriam mais ou menos assim:

Agora pica de jumento entra "Só no Zero".

Interessante não?

Colaboração de Ricardo Rodrigues.

3 comentários:

jotapê disse...

só podia mesmo ter 'dedo' do ricardo, haha!

pimentel disse...

caralho!

Luiz Valério disse...

Quem se habilitar a provar desse petisco?