domingo, 16 de dezembro de 2007

Viagem ao centro da terra de Chico Mendes - parte 2

Voltei (a postar)! E voltei do Acre também (são e salvo! Viu, Bruna!)

Bem, foram milhares de pedidos para que nosso intrépido correspondente-lesma continuasse a contar sua aventura nas terras acreanas. Então, vamos lá (mas, se vc quiser, pode continuar onde está!)

É bem ali!
A expressão acreana acima, que vem sempre acompanhada de um gesto do interlocutor (o de estender o lábio inferior apontado a direção do local mencionado), corresponde a uma nossa: o “é bem aí”. O significado é o mesmo: se prepara, que vc vai andar muuuuuuuuuuuuuito!
E a origem é semelhante: pessoas que andavam que só a pé! Lá, era o seringueiro; aqui, o índio.

Maior viagem
Apesar de ser “bem aí”, chegar ao Acre não é tão fácil. Não há linhas de ônibus (até porque as estradas estão intrafegáveis) e o único vôo direto pra lá (pasmem!) passa por Brasília - e é muito mais caro, é claro! A saída é comprar dois trechos separados, Boa Vista – Manaus e Manaus – Rio Branco, e esperar durante oito horas no aeroporto da capital amazonense. O pior é que uma passagem pra Rio Branco saindo daqui custa quase o mesmo que pra região sudeste. Pode?!

A situação é clara
Em Roraima, o governador continua sendo do PSDB e o PT é oposição ao Governo do Estado, que por sua vez, é oposição ao Governo Federal, comandado pelo PT. No acre, o governador e o prefeito são do PT. Assim, lá está clara a situação da oposição e a situação da situação. Não há dúvida sobre quem é oposição e quem é situação. A situação é a seguinte: a oposição é situação e a situação é oposição. Simples, né?

Utilar
Lá também tem Utilar. E não é que eu pensava que este negócio era daqui. Quem sabe não era uma filial acrena?

Brasileiros por escolha
Os acreanos foram os únicos no País que lutaram (literalmente! Foi contra os bolivianos) para serem brasileiros. Não se sabe ao certo se já se arrependeram da escolha...

Salário de mestre
Lá, eles também dizem que o salário dos professores de seu Estado é o melhor do Brasil. Na verdade, eles dizem que quem disse foi a Folha de São Paulo.
Então, pra evitar disse-me-disse, vamos combinar o seguinte: aqui em Roraima, os professores são os mais bem pagos do Brasil e, no Acre, o salário dos professores é o melhor do País. Pronto! Resolvido!

ConFUSO horário
Normalmente, o horário padrão do Acre é atrasado duas horas em relação à Brasília. Durante o horário de verão, a diferença vai para três horas. É uma pena que na casa onde eu estava não tinha televisão! Não consegui ver o Cine Prive, às 21 horas!

E você vai ver no próximo post: nosso correspondente-lesma pimentel conta a sua aventura pela fronteira Brasil – Bolívia.

7 comentários:

Bruna disse...

Huhauahauahau!
adorei o confuso horário.
Mas confesso que a relação situação/oposição me fez garagalhar na frente do Pc!
Voltaste vivo, eu sei. E foi assessorar a Estrela. Que coisa linda!
Boas férias Aldenor.
e sorte no TCC.
Não esqueça que você será inesquecíevel, e a gente nunca esquecerá de lembrar de você.

Oscar Borges disse...

O Brasil é um planeta estranho dentro da Terra. Mal conseguimos entrar em consenso sobre nossos fuso horários e queremos que nosso políticos entrem em acordo. (Bem no acre isso acontece, mas só lá). Quanto ao salário dos profê, é o seguinte, eles recebem uma redução salarial por lecionar! Faz parte da política de deseducação dos governos brasileiros. O professor recebe menos por ensinar. Olha onde estão as piores notas do ENEM depois compara onde estão os melhores salários ou professores mais bem pagos, a resposta é fácil. Aldenor, Valeu por mais uma cobertura

Cora disse...

E aqui no Estado tem uma casa de show chamada Acreana

pimentel disse...

bruninha linda,
que bom que vc gosta do que eu escrevo!
boas férias, mas não fala em TCC...

fim de ano me deixa sentimental...
eu fico pensando que as coisas têm fim...

espero ter memória suficiente pra sempre lembrar da turma que me adotou na UFRR...

bjs

pimentel disse...

bruninha linda,
que bom que vc gosta do que eu escrevo!
boas férias, mas não fala em TCC...

fim de ano me deixa sentimental...
eu fico pensando que as coisas têm fim...

espero ter memória suficiente pra sempre lembrar da turma que me adotou na UFRR...

bjs

Fábio Luiz disse...

Ola,
Eu tmbm gostei do artigo Aldenor Lesma.
Estas história podem servir de roteiro para um filme. Já pensou???? Sá nao pode passar pelo Forte na quinta as 15 horas néh????
Adorei o ConFUSo horário. Só para comunicar. Nosso confuso vai cair para uma hora em relação à Brasília e duas hora no horário de verão. Vai ser muito louco, dai vamos ficar com o mesmo fuso dai. E quanto ao CINE-PRIVÊ, vc nao assistiu porq nao falou nada comigo. E pena que agora nao vai ter a proxima vez de assisti-lo as 21 horas neh?????
Me avisa de novo quando postar algo sobre a sua Odisséia no Acre.
Bruna, desculpa se fui agressivo. Mais acontece que falou do Acre, eu sim, viro FERA.

bruna disse...

¬¬
não me lembro de ter falado do acre.
ts, tsc, tsc.

gente, ninguem posta mais aqui não?