sábado, 21 de abril de 2007

Bullying: hora de repensar!



Imagine uma figura estranha em sua classe da faculdade.
Um garoto, asiático, aparentemente bizarro, desprovido de atributos físicos, de jeito esquisito, cara de nerd, jeito de falar engraçado, comportamento excêntrico... E totalmente diferente para os padrões de sua cultura ocidental.
Agora, imagine as zoações. Os apelidos, as agressões físicas e verbais, o preconceito em forma de violência. Imagine os momentos de inferno, o ódio reprimido, a insanidade atingindo seu maior grau.
E imagine, esse garoto invadindo o campus com armas... Matando 32 pessoas e deixando 29 pessoas feridas. Imagine o terror, a dor, o sangue, o medo, o desespero.
E imagine, que poderia ser qualquer um... No lugar de vítima ou de assassino.

E reveja seus conceitos em relação à brincadeiras. Tema sua vida, pois eu já estou temendo a minha!

*Bullying: O termo BULLYING compreende todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, e executadas dentro de uma relação desigual de poder. Portanto, os atos repetidos entre iguais (estudantes) e o desequilíbrio de poder são as características essenciais, que tornam possível a intimidação da vítima.

3 comentários:

Anônimo disse...

Se a gente parar pra pensar, nunca achamos que acontece no meio em que vivemos.
"Aqueles americanos malditos, metidos a gostosões e melhores do mundo não aceitam ninguém diferente"
e a gente aceita por acaso?
Ninguém está imune aos comentários maldosos, e ao preconceito mesmo involutário.

Pois é, resolvi levar a sério meu blog.
Espero que dessa vez dê certo.
Beijos pra todos vcs.

Emanuele Pasqualotto disse...

Nós ficamos horrorizados quando acontece isso e claro deveríamos um pouquinho nos colocar no lugar de quem sofre o Bullyng, mas eu acho que não justifica o cara chegar e matar 32 pessoas só pq era rejeitado.Isso prova a pouca ou nenhuma personalidade dele. Eu já sofri por causa do Bullyng e sabe o que a minha mãe falava: _ Não liga minha filha, falem bem falem mal, mas falem de vc!!!No fundo eles te amam!!!hehehe
Tudo bem que os Americanos não são flor que se cheire mas acima de tudo vidas inocentes foram tiradas, pq nem todos os estudantes que foram mortos rejeitavam o carinha!!!!

Cora disse...

essa questão de bullying é coisa seríssima!
Mas como a emanuelle falou. Nada justifica o ato que ele fez. Ele com certeza não foi o único daquela universidade a sofrer o bullying mas foi o único a revidar dessa maneira. Sse tivesse roubado as cuecas dos varais doas valentões seria mais divertido.