quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Um lesma e a defesa da monografia


É meus caros lesmas. Nesta sexta-feira (05), o lesma que vos escreve enfrenta o maior desafio acadêmico de sua história dentro UFRR: a tão temida defesa da Monografia. A Banca será um divisor de águas, o momento no qual saberei se continuarei sendo um lesma por opção ou por falta de diploma mesmo!

Pelo próprio nome, já se vê que não é um bicho de sete cabeças, mas também não é um tcc de fim de semestre. Acho que a melhor definição para tal, me foi dada pelo amigo Marden Pio: "Se monografia fosse boa não era mono, era estéreo!

Portanto, esses quase quatro meses de trabalho foram ásperos, mas recompensantes. A monografia é como um filho. Inicia em um tesão de idéia, mas é foda para terminar! Mas depois que nasce, você carrega consigo pelo resto da vida e é um orgulho só.

Bem... ainda tenho que terminar de editar o documentário que irei apresentar: É campeão! Será um aporte audiovisual para o trabalho escrito: É campeão - A Internet como ferramenta de informação e interação à serviço do esporte. Desejem-me sorte! Principalmente os lesmas que já passaram por essa etapa. É Aldenor, será que eu também entrarei para as estatísticas?

Juntamente comigo, as acadêmicas Suelen Melo e a lesma Bruna Dionísio também apresentam seus trabalhos, sobre pedofilia e blog. Para quem quiser conferir, as defesas iniciam a partir das 15 horas, na sala de Multimeios do Bloco I da UFRR. Então, até lá!

5 comentários:

Suelen disse...

ALOOOO BANCA!

Luciana Lobato disse...

tanto orgulho de vcs...

Bruna disse...

10.
10.
10.

sem mais por hoje.

Armando Maynard disse...

Que momento em! É o fim de uma caminhada e começo de outra, que certamente lhe trará momentos de realização, nessa profissão que tem a missão de formar e informar a opinião pública com a verdade, tão somente a verdade, de tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo, como também opinar,discutir, refletir, conscientizar e politizar nosso pobre povo tão sofrido e enganado,tudo com muita responsabilidade, ética e respeito a aquele que é a razão de ser do jornalista, o LEITOR.Sucesso e um abraço,Armando - fetichedecinefilo.blogspot.com(posto também em lygiaprudente.blogspot.com)

pimentel disse...

é moisés!
tem muita gente por aí que não tem diploma e que pra ser lesma vai ter que andar muuuuuuuuito!
mas pense bem: não queira que a sua monografia seja estéril! isso sim seria foda...
eu não fui na defesa de vcs (infelizmente!). estava sendo explorado pelo empregador...
vcs sabem: jornalista não ganha lá essas coisas... e por isso tem que procurar várias fontes de renda.